Skip to content

Vem… Joyce Damy Mobley

27/05/2010

Vem…
Chegas mansinho
soprando meus cabelos
e me visto de susto
Me aninhas em teu colo
e me beijas suavemente
soprando meu susto
Solto meus cabelos
enquanto te vestes de susto
me faço estrela
tocando teu rosto
Me aconchego em teus braços
suavemente
Soprando teu susto
chamando teu nome
Vem…

Abraços de brisas perfumadas de nós…
A-hammm,
Joyce Mobley

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. Rätsel Ewig permalink
    27/05/2010 10:25 pm

    Até que enfim um novo post, já estava com saudades!

    Que belo poema, é tão fácil sentir o afeto que ele transmite…

    Um abraço sincero,
    Ewig

    • 27/05/2010 10:36 pm

      Oiiiiiiii amore!
      Tirar o Linux e colocar o seven não foi tão fácil quanto parecia ser…
      Acredita que até agora não está pronto?
      Uma amiga esteve aqui ontem para podermos fazer uns trabalhos; veio de outra cidade, e não conseguimos baixar o java para o seven.
      Estou terminando um livro e na revisão de outro; ficando meio maluca!
      Esse poema… Suspiro fundo…
      Abraço carinhoso,
      Joyce

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: