Skip to content

Joyce Damy Mobley – O Vestido

28/10/2010

Daquilo que eu vi:
Ficaram os livros que li,
o tapa que não dei,
a praga que não roguei.
Sobras de ti…

Daquilo que vivi
só, cabiam em Mi
as notas que cantei.
Entre murmúrios me soltei
inteira… Imensurável prazer senti, sem-ti, senti!

Daquilo que pedi
só, tocou em Si
O adeus que te dei.
E, eu? Eu não comprei,
mas paguei por um vestido que nem vesti!
Joyce Damy Mobley

Ooooooo…
Dó.
Ré.
MI.
Fá.
Sol.
Lá.
SI.
“Dó,dó, dó, dó, dóóóóó é pena de alguém” :p

Abraços de brisas perfumadas.
A-hammm…
Joyce Damy Mobley

Anúncios
6 Comentários leave one →
  1. 10/01/2011 10:35 pm

    A-hammm…
    Joyce Damy Mobley

  2. Leticia permalink
    20/11/2010 9:37 pm

    hihihihi 🙂

    • 10/01/2011 10:37 pm

      HohoHo, oops, isso foi no Natal!
      Beijosssssssssssssssssssssss

  3. 03/11/2010 12:02 am

    Gostei do poema.
    Um grande Abraço

    • 09/11/2010 10:15 pm

      Oiiiiiiiiiiii, what a surprise!
      Beijosssssssssssssssssssssss

Trackbacks

  1. Tweets that mention Joyce Damy Mobley – O Vestido « Joyce Damy Mobley -- Topsy.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: